• Arquivos categorizados Ética
  • O Rato e o Cão

    2016_12_16_blog_lhc_cao Como um rato você entrou em minha casa, como cão, com alegria lhe recebi

     Como um rato você mendigava, como um cão, eu lhe acolhi

    Como um rato você era inteligente, como um cão, eu lhe ouvi

    Como um rato você não tinha auto estima, como um cão, oportunidades lhe ofereci

    Como um rato, você mentia para seus amigos, como um cão, mesmo assim, lhe protegi

    Como um rato, você roubava minha comida, como um cão, esperei o sol abrir

    Como um rato você precisava sempre caluniar, como um cão, jamais lhe ofendi

    Como um rato você se irá zangar, como um cão eu sempre vou sorrir

    Como rato você sentirá frio 9 andares abaixo, como cão, a praia, vou curtir

     

    Luis Henrique Cintra


  • Enquanto discutimos política, eles a praticam. Quanto mais negligentes formos, quanto menos nacionalistas e cidadãos nos apresentarmos mais o ESTADO aprofundará suas garras em nossa gordurosa carne, sangrando assim toda a liberdade conseguida por mártires e por nosso povo no passado.

    Luís Henrique Cintra


  • Enquanto discutimos política, eles a praticam. Quanto mais negligentes formos, quanto menos nacionalistas e cidadãos nos apresentarmos mais o ESTADO aprofundará suas garras em nossa gordurosa carne, sangrando assim toda a liberdade conseguida por mártires e por nosso povo no passado.

    Luis Henrique Cintra


  • 13 de outubro – Dia nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional.

    Profra.Cristhina Brasil
    Profra.Cristhina Brasil

    Dia 13 de outubro é o dia nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional. Deixo meu depoimento de satisfação e realização em ser fisioterapeuta. Tenho muito orgulho disto. Mas também registro a minha indignação pelo modo com o qual o Sistema privado, suplementar e público de Saúde vem tratando minha categoria assim como também a Terapia Ocupacional e as demais categorias tão importantes da saúde. As diferenças de tratamento, a discrepância na remuneração, o ambiente insalubre físico e mental, entre outras coisas. Mas… registro também, que as pessoas as quais assistimos e recuperamos a saúde me fazem continuar determinada a modificar esta situação. Vamos juntos nesta cruzada. Parabéns aos meus colegas fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais que baseados em evidências científicas, previnem e recuperam a saúde funcional do povo de Fortaleza, do Ceará e do nosso Brasil. Com a bênção de Deus, firmes na fé e no propósito, fortes e unidos faremos nossas profissões cada vez maiores e melhores do que elas já o são. Parabéns a nós, que resistimos bravamente aos percalços e amamos cada vez mais nossa profissão.

    Por Cristhina Brasil


  • A graça de descobrir o mundo.

    2015_10_12_dia_da_criança
    Que o dia de hoje seja radiante para tantos que o anseiam, que as pipocas, açucares e fantasias se repliquem até mesmo para àqueles, que por suas condições sociais, não vivam em abundância, e que nós, adultos, alimentemos nossos filhos do mais puro e refinado sentimento humano, o AMOR.

    No Livro o Mundo de Sofia, Jostein Gaarder, descreve as maravilhas encontradas pelas crianças ao meio de coisas simples, que, nós, adultos, na maioria das vezes, ignoramos ou achamos sem importância. Dessa forma o lógica infantil se equipara à dos cientistas que com extrema cautela  elaboram seus métodos de análise e comprovação de fatos.

    Não gosto quando escuto “no meu tempo era assim”. Criança é sempre criança, o que difere, sem dúvida, é o acesso a informação e, infelizmente, a distância que alguns pais são tendenciados a criar devido às rotinas de trabalho ou outras responsabilidades.

    Não acredito que um dia alguém consiga escrever algo que possa servir como guia na educação dos filhos. O que vemos são relatos embasados em experiências que necessitam de uma análise prévia para a perfeita adequação a cada lar.

    Que o dia de hoje seja radiante para tantos que o anseiam, que as pipocas, açucares e fantasias se repliquem até mesmo para àqueles, que por suas condições sociais, não vivam em abundância, e que nós, adultos, alimentemos nossos filhos do mais puro e refinado sentimento humano, o AMOR.

    FELIZ DIA DAS CRIANÇAS

    Abraço a todos

    Luís Henrique Cintra


  • Um dia para nos representar.

    Que as leis eliminem os déspotas, mas que não crucifiquem aqueles que tiveram por opção, ou necessidade, decidiram não depender do Estado para construir uma nação.
    Que as leis eliminem os déspotas, mas que não crucifiquem aqueles que decidiram  por opção, ou necessidade,  não depender do Estado para construir uma nação.

    Primeiro de Maio,  Dia Dnternacional do Trabalho, celebração universal da atividade que nos caracteriza, nos identifica, nos põe em contato com outras pessoas ou entidades para realizarmos aquilo que melhor sabemos.

    Hoje, comemoro, também, o aniversário de uma pessoa muito especial, Carlos Augusto Vasconcelos Cintra Junior, paulistano, trabalhador, casado e com uma família linda. Esse, me deu a oportunidade de exercer, de agir, pondo em prática tudo que havia estudado com tanto afinco. Um forte abraço, meu primo.

    No congresso nacional vivemos o tema da Terceirização. Confesso que não o estudei ainda, mas acredito na força da pequena empresa, do prestador de serviços, no empresário individual e no MEI(Microeempreendedor individual) na construção de nossa cidadania e autonomia. Infelizmente, no Brasil, não vivenciamos a cultura do empreendedorismo como deveríamos.

    Talvez o mais difícil trabalho a ser realizado seja o sobre si.  Um monge asceta Evágrio do Ponto (c. 346-399/400) descreveu 7 atitudes(pecados (capitais), antes mencionadas no Judaísmo, no Cristianismo e noutras crenças, que valem ainda hoje, mas, infelizmente, ainda são negligenciados por muitos de nós.(fonte: http://goo.gl/F1nUCb)

    Que esse Primeiro de Maio sirva para refletirmos sobre o que queremos, mas também como queremos e quais as ações fazemos para alcançarmos tais objetivos. Que as leis eliminem os déspotas, mas não crucifiquem aqueles que decidiram por opção, ou necessidade, não depender do Estado para construir uma nação.

    Abraço a todos

    Luis Henrique Cintra