A graça de descobrir o mundo.

2015_10_12_dia_da_criança
Que o dia de hoje seja radiante para tantos que o anseiam, que as pipocas, açucares e fantasias se repliquem até mesmo para àqueles, que por suas condições sociais, não vivam em abundância, e que nós, adultos, alimentemos nossos filhos do mais puro e refinado sentimento humano, o AMOR.

No Livro o Mundo de Sofia, Jostein Gaarder, descreve as maravilhas encontradas pelas crianças ao meio de coisas simples, que, nós, adultos, na maioria das vezes, ignoramos ou achamos sem importância. Dessa forma o lógica infantil se equipara à dos cientistas que com extrema cautela  elaboram seus métodos de análise e comprovação de fatos.

Não gosto quando escuto “no meu tempo era assim”. Criança é sempre criança, o que difere, sem dúvida, é o acesso a informação e, infelizmente, a distância que alguns pais são tendenciados a criar devido às rotinas de trabalho ou outras responsabilidades.

Não acredito que um dia alguém consiga escrever algo que possa servir como guia na educação dos filhos. O que vemos são relatos embasados em experiências que necessitam de uma análise prévia para a perfeita adequação a cada lar.

Que o dia de hoje seja radiante para tantos que o anseiam, que as pipocas, açucares e fantasias se repliquem até mesmo para àqueles, que por suas condições sociais, não vivam em abundância, e que nós, adultos, alimentemos nossos filhos do mais puro e refinado sentimento humano, o AMOR.

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS

Abraço a todos

Luís Henrique Cintra