Se para mundar o mundo depende dos outros, mudar a forma de como vemos depende apenas de nós.

É muito fácil dizer que o mundo é injusto, que as oportunidades são para alguns ou que o problema sempre está nos outros. Eu acho engraçado quando escuto alguém dizendo assim: – As pessoas mentem. Poxa, nós somos assim, nos mentimos, escondemos e dissimulamos, mas nunca assumimos.

Podemos citar vários exemplos, mas tem um dito bíblico que é muito legal “Você vê o cisco no olho de seu amigo, mas não enxerga a trave que está no seu”

Existe uma parábola antiga que fala de três cegos analisando um elefante e dando cada um seu depoimento. È bem verdade que o instrumento para analisar o elefante foi o mesmo,o tato. Mas os resultados foram totalmente distintos e isso porque cada um o “enxergou” da sua forma.

Podemos até acreditar que existe um “errado” mas o certo não existe. A perfeição deve ser uma busca e não um fim. Na trabalho é bem fácil a gente ver isso. Existem 1000 formas diferentes de se executar um procedimento, todos funcionam, mas o melhor profissional é aquele que é mais coerente.

Diariamente eu recebo clientes reclamando da qualidade dos serviços de saúde. Por muitos anos eu me incomodei, falava mal, me revoltava por ouvir tanta coisa ruim sobre esse assunto. Mas ai, o tempo foi me ensinando que eu teria que mudar todo o sistema, vestibular, professores, coodenadores, empresários da educação, sindicatos, conselhos e mais uma infinidade de coisas.

O remédio era muito amargo, então decidi somente não fazer o que todos faziam, afinal de contas o homem prudente aprende com os erros dos outros e isso vem de bandeja numa conversa diária.

Parafraseando Charlie Brown Jr “Eu me fortaleço na sua falha”. Então em vez de tentar mudar o mundo eu descobri uma forma de melhorar o meu serviço não repetindo os erros dos outros, e nada como um cliente insatisfeito para propagar a notícia, lhe ensinando o que vc não deve fazer.(LHC)