• Arquivo de marcações LHC
  • Sazonalidade na prestação de serviços de saúde

    2015_04_01_blog_sazonalidade
    As vezes, o pagamento vindo das OPS leva em torno de 60 a 90 da data do inicio de tratamentos seriados.(psicoterapia, fisioterapia etc.)

    O termo Sazonalidade relaciona-se ao período em que o fluxo de serviço prestados numa empresa de saúde diminui. Não devemos confundir tal termo com a presença de dinheiro em caixa.

    Na psicologia, por exemplo, a prestação dos serviços normalmente se dá de maneira seriada. É comum que as clientes não compareçam em “dias imprensados” de feriados, por exemplo. É comum também que o fluxo de atendimentos na semana do Natal, também, diminua. Contudo, para os serviços que trabalham com “dor” e principalmente a “dor aguda” tais situações podem inverter e aquelas instituições que  “abrirem suas portas” estarão apresentando um diferencial.

    O recebimento de valores pode acontecer ou não nos períodos de sazonalidade baixa, isso acontece justamente com o pagamento vindo das Operadoras de Planos de Saúde que levem em torno de pelo menos 60 ou 90 dias para pagar a partir do início dos atendimentos

    O dinheiro em caixa poderá aumentar também justamente quando os serviços são vendidos à vista  e diretamente aos consumidores. Esse, ajuda no pagamento das contas mensais contudo na grande maioria dos serviços de saúde esses valores não ultrapassam, infelizmente, 30% do faturamento total.

    O estudo da sazonalidade pode ser de suma importância no planejamento financeiro ou logístico da empresa de prestação de serviços de saúde. Redução de custos fixos, planejamento, marketing e estudo de provisões poderão nos ajudar a passar por tal período, sendo portanto uma boa época para estudarmos como nossa empresa está caminhando.

    Luis Henrique Cintra


  • Fisioterapeuta, conheça a TUSS.

    2015_04_14_TUSS
    Desde o início da Prestação de Serviços Fisioterapêuticos no Brasil que as OPS baseavam-se na tabela da AMB e descreviam procedimentos fisiátricos. É importante salientar, que essa tabela não menciona valores, esses são discutidos no mercado, mas, terminologia.

    A TUSS ou Terminologia Unificada da Saúde Suplementar é uma tabela que foi criada pela ANS (Agência Nacional de Saúde) e tem como objetivo padronizar a nomenclatura utilizada pelas diferentes OPS (Operadoras de Planos de Saúde). Foi criada pela IN 42 da ANS em 2010, Instrução revogada pela IN 51 que regulamenta a RN nº 305, de 09 de outubro de 2012, e institui o Sistema de Gestão do Padrão TISS.

    Desde o início da Prestação de Serviços Fisioterapêuticos no Brasil que as OPS baseavam-se na tabela da AMB e descreviam procedimentos fisiátricos. É importante salientar, que essa tabela não menciona valores, esses são discutidos no mercado, mas, terminologia.

    Hoje, após um trabalho incansável do Coffito e de colegas como Marlene Izidro, Tatiana Rodrigues,Tulio Germano Machado Cordeiro, Iaponira Pimentel, Antônio Tomáz de Aquino, Morgana Sfreddo, Paula de Souza Cardoso e Silva, Mário Luis da Silva Pereira, Fernando Muniz dentre outros, nós, Fisioterapeutas conseguimos codificar nosso Referencial de Procedimentos de acordo com a TUSS. Isso significa que as operadoras precisarão adequar-se a nossa nomenclatura e não mais utilizar tabelas próprias ou então tabelas médicas que não descrevem nossa realidade.

    A formalização de Associações é importantíssimo para o início de qualquer negociação com os planos de saúde, pois o prestador nunca terá força suficiente para negociar a longo prazo com a as operadoras. Atualmente, existem em torno de 18 associações já formadas e trabalhando em parceria com os Conselhos para juntos alcançar nossos objetivos.

    Um abraço,

    Luis Henrique Cintra


  • Financiamento ou empréstimo? Entenda a diferença.

    2015_03_20_blog_lhcO empreendedor que deseja realizar alguma atividade que vise construir, melhorar ou ampliar suas instalações ou serviços deve sempre preferir uma atividade de financiamento invés de empréstimos.

    Os financiamentos são, normalmente, mais burocráticos, e especificamente destinados a um propósito como a aquisição de microcomputadores, veículos etc. É comum também que seja exigida uma garantia sobre o que foi financiado. Há programas em que a garantia é o próprio bem financiado. Falamos que o bem está “alienado” até a quitação da operação. As vantagenes do financiamento são:

    • Disponibilidade de valores mais altos;
    • Prazos estendidos
    • Jjuros mais baixos,

    Ttudo isso devido, muitas vezes, à importante participação do governo em subsidiar a operação.

    Os empréstimos são mais simples e muitas vezes já disponibilizados para o cliente na abertura de sua conta. Os recursos liberados são, normalmente, em valores mais baixos, porém com taxas de juros bem maiores. Veremos que há vários tipos de empréstimos, em termos financeiros o que diferencia-os é a rapidez para sua utilização.

    Abraço a todos,

    Luis Henrique Cintra


  • Entendendo a Saúde Suplementar

    2015_03_pal_unifor
    Palestra Unifor – 16/03/2015

    A Fisioterapia é uma profissão que tem pouco mais de 40 anos, somos jovens e aguerridos. Contudo, para que possamos usufruir de todo o nosso potencial necessitamos aprimorar-nos não somente em questões técnicas que permeiam nosso cotidiano, mas também em conhecimento de gestão e empreendedorismo.

    A convite de Prof.Paulo Henrique Palácio da UNIFOR(Universidade de Fortaleza) proferi a palestra “Entendendo a Saúde Suplementar”. A aula foi dividida em 6 momentos:

    • Um pouco de história
    • O que é um plano de saúde?
    • O que é uma OPS?
    • O que é ANS?
    • O que são Honorários?
    • Rotinas Gerenciais

    Isso foi feito visando demonstrar como foi formada a saúde suplementar no Brasil, seu desafios e perspectivas. Espero ter criado mais dúvidas que certezas, pois assim aprimoramos nosso senso crítico e espírito empreendedor.

    Um abraço, amigos.

    Luis Henrique Cintra


  • Luis Henrique Cintra

    Luis Henrique Cintra Consultor

    Mais que fisioterapeuta, Luís Henrique é um professor nato. Desde o início de sua trajetória profissional, adquiriu alguns atributos característicos dos grandes mestres. Luís aprendeu a observar, analisar e sintetizar suas reflexões em lições importantes para a construção de seu sucesso profissional.

    Natural de Fortaleza, Luís viajou o país em busca de conhecimento. Os estudos o levaram a Campinas, Brasília e Salvador. Mal voltou à sua terra natal, foi convidado a lecionar na Faculdade Fanor DeVry, compartilhando o conhecimento adquirido em sua trajetória profissional. Desde então não largou mais a área da educação.

    Além de compartilhar palestras em todo o país, Luís tem se destacado como consultor em serviços de saúde, ajudando a estruturar, reorganizar e ampliar empresas de sucesso.

    Tenho certeza que os leitores desse blog desfrutarão de informações  imprescindíveis para a elaboração e gestão de seus projetos.

    Karla Alcoforado

    Comunic Propaganda