• Arquivo de marcações perseverança
  • Clínica Somma, história de uma paixão.

    Sempre fui entusiasta do empreendedorismo. Longe dos cartazes, holofotes e vuvuzelas necessários para que os negócios iniciem, o aprendizado das ferramentas de gestão, controle de qualidade e visão de futuro garantem à toda empresa a sua sustentabilidade. Ao longo de 16 anos tem sido assim em nossa casa, a Somma, empresa fundada pelas Fisioterapeutas Lena Monteiro Cintra e Liane Monteiro.

    Diariamente passamos por todas as dificuldades que somente quem tem um negócio em saúde conhece. Por todo esse período tivemos conselheiros, colaboradores e concorrente(professores) que ajudaram a construir o que hoje somos. Nem sempre conseguimos recompensar a todos, mas nossa gratidão é infinita.

    Não falarei em números para tentar deixar a velha companheira vaidade no lugar dela, mas garanto que podemos ajudar várias pessoas na manutenção de sua saúde funcional, seja através de procedimentos, palestras ou exemplos.

    O passado nos ensina, o futuro dos inspira, mas o presente é o que nos torna.

    Abraço a todos

    Luis Henrique Cintra


  • Aikido – O caminho da energia hamoniosa.

    2015_09_01_aikido
    Um ciclo não se acaba, ele apenas toma novas proporções. Será dessa forma que começarei a exercitar minha perseverança, paciência e respeito frente às novas competências.

    Dia 31/08/2015 seria apenas mais um treino, um momento que, por algumas horas, encontramos no tatame nosso melhor amigo. Praticar o Caminho da Energia Harmoniosa foi uma das formas mais eficazes de entender o verdadeiro Budo no Linsei Dojo.

    A final do treino meu Sensei, Paulo Lins, fala: – Luís convide seu companheiro de exame, iremos realizá-lo agora. Na prática, bastava lembrar dos inúmeros treinos que fiz e repetí-los, mas, na essência, consistiu na conclusão de uma etapa que quase me afastou por definitivo do AIKIDO.

    Há infinitas formas de manifestação do bem e do mal em nossos cotidianos. Por centenas de vezes eu justificava para mim e outrem os motivos que me afastaram do caminho, porém, como sempre, DEUS se manifestou pelas palavras de uma paciente minha, Sandra Macedo, quando ao longo de um atendimento eu disse:

    – Poxa Sandrinha, eu tinha tanta vontade de voltar a treinar…

    – Luis, você já me disse isso.

    Essas 6 palavras me fizeram enxergar aquilo que, inúmeras vezes, é fácil  falar, mas terrível de praticar. Nós construímos nosso caminho, somos responsáveis por tudo que acontece de bom e ruim em nossas vidas.

    No mesmo dia liguei para meu Sensei, ele não pode atender, mas, quando cheguei no Dojo o mesmo me recebeu de braços abertos, como um filho que retorna após os anos de rebeldia.

    Um ciclo não se acaba, ele apenas toma novas proporções. Será dessa forma que começarei a exercitar minha perseverança, paciência e respeito frente às novas competências.

    GAMBARU

    Luis Henrique Cintra