• Arquivo de marcações RNPF
  • Tá caro, doutor. O seu colega cobra mais barato!

    20150323_BLOG_TA_CARO
    Sempre agregue valor ao seu serviço.

    Em muitos debates sobre precificação dos serviços de Fisioterapia escutamos que o concorrente cobra valores que são baixos, que faz de tudo para garantir seus clientes, que não conhece  seus custos etc. Enfim, que age de forma que prejudica não apenas o mercado como a se mesmo.

    Um dos problemas pode não está no prestador de serviços,  mas no próprio cliente, pois, para manter o padrão de serviços de rotina precisaria de descontos em vários.  Por isso é importante que o o prestador procure sempre agregar valor ao seu serviço.  O cliente precisa sentir-se diferenciado para pagar pelo valor que o Fisioterapeuta julga ser justo. Isso não relaciona-se, necessariamente, à assistência fisioterapêutica, mas, no conjunto de ações que garantem que essa seja realizada. Seguem alguns “valores” que podem garantir o seu “preço”:

    • Fácil localização
    • Estacionamento
    • Atendimento em hora marcada
    • Personalização do atendimento
    • Desburocratização do atendimento(flexibilidade de horários, recibos, relatórios etc)
    • Tratamentos curtos
    • Eficácia do procedimento

    Luis Henrique Cintra
    Fisioterapeuta Consultor


  • Entendendo a Saúde Suplementar

    2015_03_pal_unifor
    Palestra Unifor – 16/03/2015

    A Fisioterapia é uma profissão que tem pouco mais de 40 anos, somos jovens e aguerridos. Contudo, para que possamos usufruir de todo o nosso potencial necessitamos aprimorar-nos não somente em questões técnicas que permeiam nosso cotidiano, mas também em conhecimento de gestão e empreendedorismo.

    A convite de Prof.Paulo Henrique Palácio da UNIFOR(Universidade de Fortaleza) proferi a palestra “Entendendo a Saúde Suplementar”. A aula foi dividida em 6 momentos:

    • Um pouco de história
    • O que é um plano de saúde?
    • O que é uma OPS?
    • O que é ANS?
    • O que são Honorários?
    • Rotinas Gerenciais

    Isso foi feito visando demonstrar como foi formada a saúde suplementar no Brasil, seu desafios e perspectivas. Espero ter criado mais dúvidas que certezas, pois assim aprimoramos nosso senso crítico e espírito empreendedor.

    Um abraço, amigos.

    Luis Henrique Cintra