• Arquivo de marcações SIMPLES
  • Emissão de notas fiscais.

    2015_04_16_nota_fiscalA nota fiscal é o documento que informa às instâncias públicas que está havendo um pagamento por serviços prestados. Isso, consequentemente gerará impostos de acordo com o enquadramento da empresa prestadora de serviços.(Lucro presumido, SIMPLES, Lucro real)

    A emissão de notas fiscais numa empresa prestadora de serviços de saúde acontecerá, normalmente, no momento em que essa recebe o pagamento de uma Operadora de Plano de Saúde. Isso pode acontecer, também, quando um cliente, pessoa física, solicita da empresa um documento que ateste o pagamento pelo serviço prestado.  Nessa última situação, é mais comum que seja fornecido um recibo em nome do profissional que prestou o serviço desde que isso seja realizado numa clínica e não nas dependências de um hospital.

    Antigamente as notas fiscais eram emitidas em blocos de papel preparados pelas Prefeituras. Hoje, em várias cidades do Brasil, ela é feita através meios eletrônicos diretamente nos sítios da Administração Pública(Secretaria de Finanças)

    Algumas empresas, quando muito pequenas e para fugir do FISCO, não emitem notas fiscais. Essa atividade, além de  ilegal, chama atenção dos órgãos fiscalizadores. É um verdadeiro “tiro no pé”. Sugiro que tais empresas verifiquem pelo menos seus custos básicos e emitam notas que, pelo menos, justifiquem sua existência. Outra situação é que empresas com baixo “faturamento fiscal’ terão maior dificuldade em conseguir financiamentos ou empréstimos em bancários.

    Um abraço,

    Luis Henrique Cintra


  • Você sabe o que é lucro presumido?

    O Governo Federal presume que algumas empresas prestadoras de serviços de saúde, quando enquadradas como lucro presumido, tem 32% de lucro líquido.
    O Governo Federal presume que algumas empresas prestadoras de serviços de saúde, quando enquadradas como lucro presumido, tem 32% de lucro líquido.

    O Governo Federal presume que algumas empresas prestadoras de serviços de saúde, quando enquadradas como lucro presumido, tem 32% de lucro líquido. Isso significa que por cada procedimento recebido no valor de R$ 100,00, por exemplo, após pagarmos tudo(custos fixos e alguns variáveis) teríamos ainda um lucro de R$32,oo. Sobre esse valor gera-se uma alíquota de 15% para o calculo do IRPJ(Imposto de Renda da Pessoa Jurídica) e 9% para cálculo da CSLL(Contribuição Social sobre o Lucro Líquido). Existem ainda mais 2 impostos que incidem sobre o faturamento bruto, são eles a COFINS(Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social)  e o PIS (Programa de Integração Social). Veja as alíquotas:

    Sobre essa alíquota o governo tributará empresa da seguinte forma:

    • IRPJ – 15% dos 32% = 4,8% do faturamento bruto
    • CSLL – 9% dos 32% = 2,88% do faturamento
    • COFINS – 3% do faturamento bruto
    • PIS – 0,65% do faturamento bruto

    Uma grande vitória foi alcançada me 2014 quando a Fisioterapia conseguiu se inserir no anexo IV do SIMPLES. Nesse regime tributário as alíquotas podem ficar em 6%, mas isso vai depender do faturamento anual.

    Abraço a todos,

    Luis Henrique Cintra


  • SIMPLES – Verifique se sua empresa foi aceita.

    20150326_blog_simples
    Muitas empresas de Fisioterapia já foram qualificadas no anexo III do SIMPLES.


    Em 2014 aconteceu uma das maiores conquista para as Empresas Prestadoras de Serviços de Fisioterapia. Essas foram qualificadas no ANEXO III DO SIMPLES NACIONAL.

    Desde janeiro de 2015 que muitas empresas deram entrada no SIMPLES. Veio a ansiedade para a confirmação, pois esse é um serviço realizado por profissionais contabilistas, e não, por nós, Fisioterapeutas Empresários.

    Preparei algumas orientações para que você, ASSINANTE DE NOSSO BLOG, possa conferir se sua empresa foi aceita no SIMPLES.

    Certidao_Simples

    1) Acesse o site: http://www8.receita.fazenda.gov.br/SIMPLESNACIONAL/

    2) Escolha a aba SIMPLES SERVIÇOS/Consulta optantes

    3) Abaixo de serviços disponíveis escolha “consulta optantes”

    4) Digite o seu CNPJ e as letras à Esquerda

    5) Veja a certidão

    Certidao_simples_Fisio

    Há uma outra forma, mas essa normalmente é feita pelo contador:

    Certidao_Simples_2

    1) Acesse o site: http://www8.receita.fazenda.gov.br/SIMPLESNACIONAL/

    2) Escolha “Todos os serviços” no final da seleção

    3) Abaixo de serviços disponíveis escolha “Acompanhamento da Formalização da Opção pelo Simples Nacional”

    4) Clique em CPF/CNPJ na mesma linha. Para isso você precisará de um código que foi lhe dado no inicio do pedido de migração para o SIMPLES

    Veja o termo de deferimento:

    Termo de Deferimento

    Veja a declaração de isenção que deve ser entregue a todas as empresas(operadoras etc) que se relacionam com a sua, porém algumas operadoras estão exigindo a declaração do contador, acima descrita:

    Declaração_isenção

    Baixe o arquivo:

    Declaração Isenção Retenção – SIMPLES

     

    Todo esse trabalho foi realizado pela contadora Dra.Kiara Pinheiro.

     

    Luis Henrique Cintra
    Consultor em Serviços de Saúde