• Arquivo de marcações tributação
  • Você sabe o que é lucro presumido?

    O Governo Federal presume que algumas empresas prestadoras de serviços de saúde, quando enquadradas como lucro presumido, tem 32% de lucro líquido.
    O Governo Federal presume que algumas empresas prestadoras de serviços de saúde, quando enquadradas como lucro presumido, tem 32% de lucro líquido.

    O Governo Federal presume que algumas empresas prestadoras de serviços de saúde, quando enquadradas como lucro presumido, tem 32% de lucro líquido. Isso significa que por cada procedimento recebido no valor de R$ 100,00, por exemplo, após pagarmos tudo(custos fixos e alguns variáveis) teríamos ainda um lucro de R$32,oo. Sobre esse valor gera-se uma alíquota de 15% para o calculo do IRPJ(Imposto de Renda da Pessoa Jurídica) e 9% para cálculo da CSLL(Contribuição Social sobre o Lucro Líquido). Existem ainda mais 2 impostos que incidem sobre o faturamento bruto, são eles a COFINS(Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social)  e o PIS (Programa de Integração Social). Veja as alíquotas:

    Sobre essa alíquota o governo tributará empresa da seguinte forma:

    • IRPJ – 15% dos 32% = 4,8% do faturamento bruto
    • CSLL – 9% dos 32% = 2,88% do faturamento
    • COFINS – 3% do faturamento bruto
    • PIS – 0,65% do faturamento bruto

    Uma grande vitória foi alcançada me 2014 quando a Fisioterapia conseguiu se inserir no anexo IV do SIMPLES. Nesse regime tributário as alíquotas podem ficar em 6%, mas isso vai depender do faturamento anual.

    Abraço a todos,

    Luis Henrique Cintra


  • Séria Contabilidade – O que é IRPJ?

    20150406_blog_irpj
    O IRPJ nas empresas de LUCRO PRESUMIDO corresponde a 4,8% do faturamento bruto. Esse valor pode ser cobrado na fonte(notas fiscais) ou através de Darfs.

    O governo federal presume que algumas empresas de saúde não optantes do SIMPLES devem possuir um lucro de 32%(enquadramento no LUCRO PRESUMIDO). Desse valor, a empresa é tributada em 15%, o que no final de tudo a tributação gira em torno de 4,8% do faturamento bruto. Isso corresponde a 4,8% do faturamento bruto e surgirá na emissão das notas fiscais no mês.

    Ele é trimestral, porém, às vezes, é cobrado, em parte, na fonte, quando no pagamento de algumas Operadoras de Planos de Saúde. Os meses de pagamento do IRPJ são: ABRIL (janeiro + fevereiro + março), JULHO (abril + maio + junho), OUTUBRO (julho + agosto + setembro) e JANEIRO (outubro + novembro + dezembro). Sugiro sempre que esse imposto seja pago mensalmente para que não gere acúmulo no período.

    Abordaremos em posts futurosas diferentes alíquotas para cada tipo de empresa na saúde

    Até a próxima postagem,

    Luis Henrique Cintra